Jamiroquai

“Já se passaram treze anos desde que assinou com a Sony um contrato sem precendente para 8 álbuns. Depois de 20 milhões de cópias vendidas, quatro turnês mundiais e 141 semanas na tabela de singles britânica, pode dizer-se que a aposta da Sony deu frutos.”

Outro dia vagando no twitter encontrei um tweet do meu professor de dança (o mesmo que me indicou VV Brown) com um clipe do Jamiroquai, ao dar o Play eu tiver certeza de que eu iria gostar e de que era digno de sair aqui, no Telas & Acordes!

Eu espero que vocês curtam o som e valorizem, talvez vocês não gostem de postagens muito longas e com muitos detalhes sobre a biografia do Artista, mas muitas vezes é algo que deve ser valorizado e acredito que esse seja o caso.

Espero que gostem e muito obrigada Rubens, mais uma vez! (Dêem uma olhadinha no blog dele depois!)

Jamiroquai é uma banda britânica liderada pelo cantor inglês Jason Kay.
A banda é popular no mundo todo e é o membro mais conhecido do “acid jazz”, movimento londrino do início dos anos 90; junto a outros grupos como Incognito, Brand New Heavies, Galliano, e Corduroy.

O nome Jamiroquai é derivado do nome da tribo Iroquoi (nativos norte-americanos), com os quais Jay Kay diz se identificar filosoficamente, combinado à expressão ‘Jam’ (como em Jam Session), do idioma inglês.

Jason Kay (Jay Kay), o líder do grupo, nasceu em Manchester, Inglaterra. Talvez influenciado pela mãe, uma cantora britânica que actuava em bares e que chegou a ter o seu próprio programa de televisão nos anos 70, Jay Kay desde cedo mostrou grande aptidão e uma enorme paixão pela música.


Em 1989 conseguiu comprar uma bateria e gravar umas maquetas com a ajuda de um amigo. E daí você já tira, né? Alguns fracassos de inicio para mais tarde estourar o sucesso!
O primeiro single da banda “When you gonna learn?” originou uma disputa entre editoras que acabou por ser ganha pela Sony, com quem assinaram um contrato de oito álbuns, uma proeza para um jovem que andava de skate, tinha uma paixão por roupas vintage e usava um chapéu esquisito.

Créditos: Last.fm e Rubens Barbosa.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: